Amor, o segredo da santidade.

Vinde, Espírito Criador

Vinde, Espírito Criador,
visitai as almas dos Vossos;
enchei de graça celestial
os corações que criastes!

Sois o Divino Consolador,
o dom do Deus Altíssimo,
fonte viva, o fogo, a caridade,
a unção dos espirituais.

Com os Vossos sete dons: 
sois o dedo da direita de Deus,
Solene promessa do Pai
Inspirando nossas palavras.

Acendei a luz nos sentidos;
insuflai o amor nos corações,
amparai na constante virtude
a nossa carne enfraquecida.

Afastai para longe o inimigo;
Trazei-nos prontamente a paz
Assim guiados por Vós
Evitaremos todo o mal.

Por Vós explicar-se-á o Pai
E conheceremos o Filho;
Dai-nos crer sempre em Vós
Espírito do Pai e do Filho.

Glória ao Pai, Senhor,
Ao Filho que ressuscitou
Assim como ao Consolador.
Por todos os séculos. Amem.

 

Tua presença!

Jesus amado, venho buscar a tua presença, desejo ouvir-te.

Tem misericordia da minha covardia, da minha preguiça, da minha fuga.

Tem piedade porque me deixo conduzir

pela correria do mundo,

que me carrega

como agua suja no córrego da vida.

Em vez de vir buscar no silencio de minha alma,

momentos de intimidade contigo, 

e as aguas que podem purificar meu coração agitado.

Vinde em auxilio de minha fraqueza

Espírito Santo de amor!

(Sol)

Senhor

Quando me distraio de sua presença,

a tempestade vem, o mar agitado vem,

o barulho do mundo vem…

Meu pés perdem o rumo e afundam mar adentro

Salva-me Jesus!

Quando vens em meu auxilio,

eu me sinto como criança feliz,

a dançar sobre as aguas!

 

Intercedei santíssima Virgem Maria, para que nossa pouca inteligência, seja iluminada por seu amor, para entendermos o que nos quer falar seu santíssimo filho Jesus!

 

FRUTO DAS ORAÇÕES

Concedei-me benigníssimo Jesus, a vossa graça para que esteja comigo, trabalhe comigo e comigo persevere até o fim.

Dai-me sempre que deseje e queira o que vos for mais aceito e agradável. A vossa vontade seja a minha e a minha siga sempre a vossa e com ela, perfeitamente, se conforme. Tenha eu convosco um só querer e não querer; nem eu queira ou deixe de querer senão o que vós quereis ou não quereis. Concede-me que eu morra para tudo que é do mundo e que deseje, por amor de vós, ser desprezado e desconhecido na terra. Dai-me que, acima de todas as coisas, em vós repousem todos os meus desejos e que o meu coração descanse em vós.

(Imitação de Cristo)

Impregna-me Senhor, do desejo de agradar-te,

acima de tudo e todos!

(Sol)

Não há meio melhor para chegar a perfeição do que a santa comunhão. Ela nos livra das faltas cotidianos, subjuga nossas más inclinações, frustra as tentações do demônio e nos inspira um zelo ardente para o exercício das virtudes; traz-nos, ao mesmo tempo, uma grande paz e torna-nos assim fácil e agradável o caminho da perfeição. Mais que tudo, porem, inflama nossas almas com o amor divino, visto que nela Jesus Cristo se nos dá inteiramente, para unir-nos intimamente a si por meio de seu santo amor.

(Santa Teresa Avila)

A paz que o mundo não pode me dar , Senhor, eu encontro quando vens a mim na santa comunhão. Tão indigna, tão nada mergulhada no Tudo!

(Sol)

Disse a santíssima virgem a uma alma piedosa: “Foi por disposição especial de Deus que em Belém, não se achou uma habitação nem para mim, nem para meu filho”; as almas que amam a Jesus Cristo deveriam oferecer-se a recebe-lo e convida-lo amorosamente a estabelecer sua morada em seus corações.

Ó gruta feliz que tiveste a dita de contemplar o nascimento do Filho de Deus! Ó feliz presépio, que tiveste a honra de receber o Senhor do universo! Ó palha feliz, que serviste de leito Aquele que descansa sobre as asas dos serafins!

Mais felizes, porem, são os corações que amam com ardor e ternura esse amoroso e amante Senhor e o recebem, inflamados de amor, na santa comunhão. Com que ardor, com que satisfação não repousa Jesus em um coração que o ama!

(Escola da perfeição Cristã)

Haaa, Jesus amado, não me deixe distrair de tua presença! Que me importa o mundo a minha volta, o barulho, a agitação do povo, eu só quero o silencio que impregna minha alma quando vens a mim,  e nele mergulharei abandonada,  no sonho de um dia, quando abrir os olhos depois da oração, ser digna de contemplar tua face adorada!

(Sol)

 

GRAVA SENHOR!

Amo a santa missa, e vou quase todos os dias. Pode ser que um dia, seja impossibilitada de participar, por motivo de enfermidade, ou idade avançada. E o que vai me sustentar, quando sentir saudade de contemplar o grande mistério do amor supremo, será a lembrança das missas que participei.
“Grava, Senhor, em minha mente e no meu coração, o quão sublime é contempla-lo na santa missa”

(Sol)

 

Amor: o segredo da santidade

Santidade é enfrentar todas as situações de nossa vida com amor, alegria e paz. Mesmo quando nos desprezam, somos traídos ou quando a morte chega a nossa família, momentos esses em que ficamos sem chão. È preciso enfrentar tudo com amor! Quando você enfrenta situações como essas, revive cada momento e acaba se martirizando. Parece que não se desapega da situação. E por que isso? Porque você enfrentou tudo com raiva, rancor, ódio e com sentimento de vingança.

Mas é nos momentos mais difíceis da vida que o Espírito Santo sopra o amor. É sofrido, dolorido, mas é amor. Seu filho está nas drogas? Isso é doloroso demais, é um martírio. Seu marido está bebendo? Isso é terrível! Você deve até dizer que não aguenta mais. Meu irmão e minha irmã, sozinhos, não aguentamos mesmo! Mas é pelo Espírito Santo que você conseguirá superar e enfrentar todas essas situações. É vivendo a experiência do amor da cruz que terá gestos e sinais concretos de amor.

Talvez não seja marido ou filho e, sim, seu colega ou um parente que o faz sofrer. A nossa primeira reação é a impaciência, falar a todos o que estamos vivendo. Murmuramos, criticamos e acabamos cheios de ódio. Sozinhos não mudamos isso, só com a força do Espírito Santo.

Quando perdoamos nos abrimos ao amor. Isso nos traz uma grande paz, que o mundo não conhece e, talvez, você não conheça ainda. Por isso, reze e peça a Deus para que não sinta e não manifeste cólera, mas o amor que há em você. Que você exale o perfume do amor e do perdão. Esse é o segredo da santidade!

Monsenhor Jonas Abib, fundador da Comunidade Canção Nova

O AMOR ME EXPLICOU TUDO

(São João Paulo II)

O amor explicou cada coisa.
O amor resolveu tudo para mim.
É por isso que admiro o amor
onde quer que se encontre.

Se o amor é tão bom e simples…
Se sentimos saudade e nostalgia…
Então eu entendo por que Deus
aprecia as pessoas simples…
Cujos os corações são puros
mas não sabem expressar o amor.

Deus veio de longe…
E Ele parou
a um passo do vazio…
perto de nossos olhos.

Talvez a vida seja uma onda de surpresas…
Uma onda maior do que a morte.
Não tenha medo. Nunca!

(João Paulo II).

 

 

Voando para Deus!

“Só a ave solitária voa, alcança o infinito, mergulhando no eterno, toma a cor e a luz do céu.

Da quietude necessária nasce o canto mais bonito e por isso não, não te prendas não, no teu voo para Deus”.

(Cântico à Liberdade/ Frei Patrício Sciadini O.C.D.)

Doce liberdade aprisionada no sublime amor!

impregnar-me

para contemplar as maravilhas do meu Senhor!

(Sol)