“Não vamos para o deserto com o intuito de fugir das criaturas e sim para aprender como encontrá-las.

 

jesus-deserto

“Não vamos para o deserto com o intuito de fugir das criaturas e sim para aprender como encontrá-las.

Não nos separamos delas com o fim de não mais nos interessarmos por elas, mas para encontrar o melhor modo de lhes fazer bem.”

(Thomas Merton)

thomas merton1459712_613622788710102_1812690353_n

(extraído da obra Novas sementes de contemplação, Fissus – 1999, pág. 83)

flor-deserto-10313608_235506926647288_7353253962842115400_n

Jesus, recolhe-me as vezes no deserto…para que em em meio a minha miséria, eu reconheça a sua misericórdia!

(Sol)

Meu Grande Amor

pensando 0da4ef17c09cc3c7ae0aac7e6953c8024152b92b

Como imaginar,
Que alguém pudesse tanto me amar;
E sem merecer,
Quis se oferecer pra sofrer em meu lugar.

Ainda que outros me prometam prazer,
Ainda que riquezas possam me oferecer.
Eu não vou me entregar por nada mais,
Ninguém mais.
Ninguém ma…a.a…a.a.a.a.a.a.a.ais

musica catolica Índice

Ow, Só ele é o meu Rei,
Ow, Pra ele só que eu me entreguei,
Ow, Ele é Jesus Cristo ele é o meu grande amor.

sagrado coração Sacred Heart IconSó ele é o meu Rei!

Evangelho de Jesus Cristo segundo São Mateus 11, 28-30

– Aleluia, Aleluia, Aleluia!
– Eis que o Senhor há de vir, a fim de salvar seu povo; felizes são todos aqueles que estão prontos para ir-lhe ao encontro.

Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo segundo São Mateus:

Naquele tempo, tomou Jesus a palavra e disse: 28Vinde a mim todos vós que estais cansados e fatigados sob o peso dos vossos fardos, e eu vos darei descanso. 29Tomai sobre vós o meu jugo e aprendei de mim, porque sou manso e humilde de coração, e vós encontrareis descanso. 30Pois o meu jugo é suave e o meu fardo é leve.

– Palavra da Salvação
– Glória a Vós, Senhor

vinde-ver_mateus_11-28__93632_zoom

Comentário do dia
Santo Ambrósio (c. 340-397), bispo de Milão, doutor da Igreja
A Penitência, I, 1

Ir ao encontro dos outros como o Senhor vem ao nosso encontro

7 santo_ambrosioA moderação é sem dúvida a mais bela das virtudes. […] É só a ela que a Igreja, adquirida pelo preço do sangue do Senhor, deve a sua expansão; ela é a imagem do benefício celeste da redenção universal. […] Consequentemente, quem se aplica a corrigir os defeitos da fraqueza humana deve suportar e em certa medida sentir o peso desta fraqueza sobre os próprios ombros, e não a rejeitar.

Porque lemos que o pastor do Evangelho levou a ovelha fatigada, e não a rejeitou (Lc 15,5) […] A moderação, com efeito, deve temperar a justiça. Não sendo assim, como poderia alguém a quem mostras desaprovação – alguém que pensasse ser  objeto de desprezo e não de compaixão para o seu médico –, como poderia ele vir ter contigo para ser tratado?

Foi por isso que o Senhor Jesus mostrou compaixão para connosco. O seu desejo era chamar-nos a Si, e não fazer-nos fugir, assustando-nos. A doçura marca a sua vinda; a sua vinda é marcada pela humildade. Aliás, Ele disse: «Vinde a Mim, vós que estais aflitos, e Eu vos reconfortarei». Assim pois, o Senhor Jesus reconforta, não exclui, não rejeita. E foi com razão que escolheu para discípulos homens que, sendo fiéis intérpretes da vontade do Senhor, reunissem o povo de Deus, em vez de o afastar.

http://evangelhoquotidiano.org

sagrado coração vinde

QUERO APENAS ANDAR CONTIGO!

criança jesus foto-jesus-caminhada

No deserto, no jardim, ou diante do imenso mar.

Estando comigo, estarei segura!

O deserto florirá.

O jardim me envolverá

no seu perfume de vida e esperança!

O imenso mar, não me amedrontará,

apenas me revelará o tamanho do seu amor por mim!

(Sol)

jesus te ama foto_pag

CHAMA VIVA DE AMOR

Oh chama de amor viva,
Que eternamente feres
Da minha alma o mais profundo ponto!
Já que não és esquiva,
Acaba já, se queres;
Rasga o tecido deste suave encontro.
 –
Oh cativeiro suave!
Oh deliciosa chaga!
0h toque delicado! Oh mão querida,
Que à vida eterna sabe,
Toda a dívida paga!
Matando, a morte transforme em vida.
 –
Oh lâmpadas de fogo,
Em cujos resplendores
As profundas cavernas do sentido,
Que esteva escuro e cego,
Com estranhos primores
Calor e luz dão junto ao seu querido!
 –
Quão manso e amoroso
Acordas em meu seio,
Onde em segredo, solitário, moras;
E em teu aspirar gostoso,
De bem e glória cheio,
Quão delicadamente me enamora

joao da cruz manso e amoroso

bom-dia-gifmar