Arquivo da tag: Centro Espírita

Eu sou Católico Apostólico Romano e não vou deixar, A minha fé por outra fé!

 

 

Por que um CATÓLICO não pode ser ESPÍRITA?

 

https://sol2611.files.wordpress.com/2014/12/10944-mentira.jpgNos últimos tempos, sobretudo através de programas televisivos ou do cinema (por exemplo: a novela “Escrito nas Estrelas”, “Chico Xavier, o filme”, o filme “Nosso Lar”, a série, “A Cura”, etc.), têm-se propagado de forma intensa a doutrina e a prática espírita. Também é muito comum ver católicos que freqüentam Centros Espíritas ou são adeptos desta doutrina. Ao mesmo tempo, da parte da Igreja, nem sempre temos recebido a devida orientação quanto à nossa identidade e àquilo que nos difere de outras crenças, doutrinas ou práticas místico-esotéricas. Cabe, então, à Igreja ser fonte de discernimento e orientação. É missão primária da Igreja ser guardiã dos tesouros da fé (“combate o bom combate da fé, conquista a vida eterna, para a qual foste chamado e pela qual fizeste tua nobre profissão de fé diante de muitas testemunhas” – 1ª Carta a Timóteo 6, 12), ser anunciadora do Evangelho (“Ide por todo o mundo pregai o Evangelho a toda criatura” – Marcos 16, 15).

Ou sou Católico… Ou sou Católico!

O Brasil é o País com o maior número de batizados. Muitos são os batizados na Igreja Católica, porém, poucos são os “CATÓLICOS”. É comum ouvirmos: sou católico, mas não praticante! Na verdade, não é nada! Não existe meio termo! São João, no Livro do Apocalipse, assim diz: “…não és nem frio nem quente. Oxalá fosses frio ou quente; mas, visto que és morno, nem frio nem quente, vou te vomitar da minha boca” (Apocalipse 3, 15-16). Além disso, não podemos servir a dois senhores, ou ainda, ter uma fé-religião de conveniência, interesse, utilidade… A nossa opção é uma decisão de fé!


Catolicismo
versus Espiritismo

https://i0.wp.com/www.portalsaofrancisco.com.br/alfa/catolicismo/imagens/catolicismo-1.jpgO Espiritismo é amplamente difundindo nos dias de hoje. Infelizmente, alguns “católicos” declaram-se “espíritas” (ou adeptos da doutrina espírita) e vice-versa. Isto tudo, no entanto, revela, ao mesmo tempo, um desconhecimento total da teologia católica e da doutrina espírita. Total ignorância!
 
Em breve síntese comparativa, é possível demonstrar – a partir de alguns aspectos – o abismo e a contradição existentes entre a Teologia Católica e o Espiritismo (Kardecista).
 
a)       Importante ter presente que o Espiritismo não é uma religião, mas uma doutrina.
b)       Para nós cristãos-católicos a vida humana é irrepetível e única: “Está decretado que o homem morra uma só vez, e depois disto é o julgamento” (Carta aos Hebreus 9, 27). Assim, a morte é o fim da peregrinação terrestre. Quando tiver terminado “o único curso da nossa vida terrestre” (Lumen Gentium, 48), não voltaremos mais a outras vidas terrestres. Cremos na vida eterna! (cf. João 6, 27.51; Mateus 10, 28). A doutrina Espírita crê na pluralidade das existências terrestres. Assim, nossa vida atual não é a primeira nem será a última existência corporal (doutrina da reencarnação).
 

Ressurreição versus Reencarnação

https://i0.wp.com/estudoscristaos.com/wp-content/uploads/2010/08/ressurrei%C3%A7%C3%A3o.pngc)       Nós cristãos-católicos acreditamos firmemente na Ressurreição da carne. Como Cristo ressuscitou dos mortos e vive para sempre, assim também, depois da morte, os justos viverão para sempre com Cristo ressuscitado e Ele os ressuscitará no último dia (João 6, 39-40). A ressurreição dos mortos é um elemento essencial da fé cristã (cf. 1ª Carta aos Coríntios 15, 12-14.20). Deus na sua onipotência restituirá definitivamente a vida incorruptível aos nossos corpos unindo-os às nossas almas. O Espiritismo centraliza a sua doutrina na reencarnação. A alma humana, separada do corpo pela morte, irá, durante certo tempo, alojar-se em outro corpo humano para purificar-se. Nascer, morrer, renascer ainda e progredir sem cessar: eis a lei! A reencarnação traz consigo duas leis: a lei do progresso e a lei de causa-e-efeito. Na lei do progresso, é afirmado que a cada reencarnação o espírito avança no estágio da perfeição, sem regresso. À alma evoluída totalmente dá-se o nome de “espírito de luz”. Na lei de causa-e-efeito ou “lei do karma” acontece a purificação. O “karma” aparece como um sistema de purificação e progresso do espírito, onde todas as más ações devem ser purificadas, nesta ou em vidas seguintes. Decorre, desta concepção, uma visão essencialmente dualista e negativa do corpo humano!

Misericórdia versus “Karma”

https://sol2611.files.wordpress.com/2014/12/abcce-perd_o.gifd)       Nós cristãos-católicos acreditamos na Misericórdia de Deus, na remissão dos pecados. Cremos na cruz redentora de Jesus, no seu amor que tudo renova, recria… O Espiritismo, baseado na “lei do karma”, crê que tudo o que se faz de errado deve ser pago. A conquista da meta final, para o espírita, se obtém por méritos próprios: em cada nova existência a alma avança e progride na proporção de seus esforços. A alma deve se reencarnar para expiar (remir) seus pecados e para progredir sem cessar.

Jesus, nosso Deus e Salvador versus Auto-redenção

e)       Nós cristãos-católicos temos em Deus, a fonte de toda a vida, de toda a graça. A salvação vem de Deus. “É pelo sangue de Jesus Cristo que temos a redenção, a remissão dos pecados, segundo a riqueza de sua graça que Ele derramou profusamente sobre nós” (Carta aos Efésios 1, 7). O Mistério da Páscoa de Jesus (o sacrifício na Cruz e sua ressurreição – por AMOR) é a essência da fé cristã. Negá-lo é rejeitar o próprio Cristo! A Salvação consiste na comunicação da vida divina! Cristo nos concede a graça da participação da natureza divina (cf. 1ª Carta de Pedro 1, 4). Ninguém por si só e com as próprias forças se liberta do pecado e se eleva acima de si próprio. Todos necessitam de Cristo! O Espiritismo crê na auto-redenção. O perdão, a graça, a misericórdia não têm lugar na doutrina espírita. Aliás, não crê em Jesus Cristo como Deus! Para o Espiritismo, Cristo é um espírito avançado, “espírito de luz”, um modelo a ser seguido… mas não é Deus, não é Salvador! Desta forma, nega, também, a Santíssima Trindade! Assim sendo, o Espiritismo é essencialmente contraditório ao Cristianismo!
 

Professemos nossa fé

https://sol2611.files.wordpress.com/2014/12/2d7b1-mc3a3osorando.jpgÉ inadmissível que um cristão-católico freqüente um Centro Espírita ou seja adepto da doutrina kardecista. Como é possível crer na reencarnação, negar a divindade de Cristo, ir ao Centro Espírita para receber um passe, para falar com os mortos… e depois ir à Igreja para celebrar o Mistério da Páscoa de Jesus, a nossa Salvação?
Com firme esperança, rezemos:
Creio em um só Senhor, Jesus Cristo… Deus verdadeiro de Deus verdadeiro. E por nós, homens, e para a nossa salvação, desceu dos céus… Ressuscitou ao terceiro dia… Creio na Igreja… Professo um só batismo para a remissão dos pecados. E espero a ressurreição dos mortos e a vida do mundo que há de vir. Amém”.
Pe. Dr. Tarcísio Pedro Vieira
Professor no ITESC
 

CATÓLICO ESPÍRITA?

interrogacaoNão se ache no meio de ti quem faça passar pelo fogo seu filho ou sua filha [magia negra], nem quem se dê à adivinhação, à astrologia, aos agouros, ao feitichismo, à magia, ao espiritismo, à adivinhação ou à evocação dos mortos, porque o Senhor, teu Deus, abomina aqueles que se dão a essas práticas…” (Deutr 18,9-13).

“Não vos dirijais aos espíritas nem aos adivinhos: não os consulteis para que não sejais contaminados por eles” (Lev 19,31).

“Se alguém se dirigir aos espíritas ou aos adivinhos para fornicar com eles, voltarei o meu rosto contra esse homem…” (Lev 20,6).

 

 

 

 

 

40 Motivos Para Deixar o Espiritismo –

Professor Felipe Aquino.

A doutrina espírita e a reencarnação não são compatíveis com a fé cristã, pois não estão de acordo com os ensinamentos de Cristo, segundo o qual ao final de nosso único caminhar vital, haverá um juízo e uma eternidade, conforme a nossas obras, postas na balança por um Deus justo e misericordioso. Este final imprime à nossa vida um caráter único.Apesar de tudo isso muitos continuam a proclamar que o espiritismo e o Cristianismo ensinam a mesma coisa.

Na verdade, é o “joio no meio do trigo” (Mt 13,28), que o inimigo semeou na messe do Senhor. Nada como o espiritismo nega tão radicalmente a doutrina católica. Afastemo-nos, pois!

Obs.: Enfatizamos aqui nosso respeito e amor por pessoas de outras denominações religiosas, incluindo os espíritas. Mas condenamos abertamente a doutrina espírita, e expomos esse artigo no intuito de esclarecer a incompatibilidade da fé católica (cristã) com o espiritismo.

Vejam o porquê:O espiritismo nega pelo menos 40 verdades da fé cristã:
1 – Nega o mistério, e ensina que tudo pode ser compreendido e explicado.

2 – Nega a inspiração divina da Bíblia.

3 – Nega o milagre.

4 – Nega a autoridade do Magistério da Igreja.

5 – Nega a infalibilidade do Papa.

6 – Nega a instituição divina da Igreja.

7 – Nega a suficiência da Revelação.

8 – Nega o mistério da Santíssima Trindade.

9 – Nega a existência de um Deus Pessoal e distinto do mundo.

10 – Nega a liberdade de Deus.

11 – Nega a criação a partir do nada.

12 – Nega a criação da alma humana por Deus.

13 – Nega a criação do corpo humano.

14 – Nega a união substancial entre o corpo e a alma.

15 – Nega a espiritualidade da alma.

16 – Nega a unidade do gênero humano.

17 – Nega a existência dos anjos.

gifs-anjos218 – Nega a existência dos demônios.

 19 – Nega a divindade de Jesus.

20 – Nega os milagres de Cristo.

21 – Nega a humanidade de Cristo.

22 – Nega os dogmas de Nossa Senhora (Imaculada Conceição, Virgindade perpétua, Assunção, Maternidade divina).

23 – Nega nossa Redenção por Cristo (é o mais grave!).

24 – Nega o pecado original.

25 – Nega a graça divina.

26 – Nega a possibilidade do perdão dos pecados.

27 – Nega o valor da vida contemplativa e ascética.

28 – Nega toda a doutrina cristã do sobrenatural.

29 – Nega o valor dos Sacramentos.

30 – Nega a eficácia redentora do Batismo.

31 – Nega a presença real de Cristo na Eucaristia.

32 – Nega o valor da Confissão.

33 – Nega a indissolubilidade do Matrimônio.

34 – Nega a unicidade da vida terrestre.

35 – Nega o juízo particular depois da morte.

36 – Nega a existência do Purgatório.

37 – Nega a existência do Céu.

38 – Nega a existência do Inferno.

39 – Nega a ressurreição da carne.

40 – Nega o juízo final.

Analisemos, e fiquemos com o que é bom. A paz!

“Jesus, eu confio em Vós.”

Apesar de tudo isso muitos continuam a proclamar que “o espiritismo e o Cristianismo ensinam a mesma coisa…”

http://jesusfontemisericordia.blogspot.com.br/…/40-motivos-

 

verdade

 

O QUE DIZ O CATECISMO DA IGREJA CATÓLICA?

catecismo“Todas as formas de adivinhação hão de ser rejeitadas: recurso a Satanás ou aos demônios, evocação dos mortos ou outras práticas que erroneamente se supõem “descobrir” o futuro.

A consulta aos horóscopos, a astrologia, a quiromancia (leitura das mãos), a interpretação de presságios e da sorte, os fenômenos de visão (bolas de cristais), o recurso a médiuns escondem uma vontade de poder sobre o tempo, sobre a história e finalmente sobre os homens, ao mesmo tempo que um desejo de ganhar para si os poderes ocultos. Estas práticas contradizem a honra e o respeito que, unidos ao amoroso temor, devemos exclusivamente a Deus” (N°2116).

“O espiritismo implica frequentemente práticas de adivinhação ou de magia. Por isso a Igreja adverte os fiéis a evitá-lo” (N° 2117).

Os católicos que se deram a essas práticas condenadas pela Igreja podem e devem abandoná-las com urgência. Devem procurar um sacerdote, fazer uma confissão clara dos seus pecados e prometer a Deus nunca mais se dar a essas práticas.

 É preciso também destruir todo material (livros, imagens, gravuras, vestes, etc) usadas e consagradas nesses cultos.

http://www.padrechrystianshankar.com.br/novo/apologetica-defesa-da-fe/espiritismo/21-catolicismo-x-espiritismo

 

 

Porque o Católico não pode ser Espírita

interrogação1. O Católico: admite a possibilidade de “mistério” e aceita as verdades sempre que tem certeza que foram reveladas por Deus. O Espírita: proclama que absolutamente não há “mistérios” e tudo o que a mente humana não pode compreender, é falso e deve ser rejeitado.

2. O Católico: instruído crê que Deus pode e faz milagres. O Espírita: rejeita a possibilidade de milagres e ensina que Deus também deve obedecer às “leis” da natureza.

3. O Católico: crê que os livros da Sagrada Escritura foram inspirados por Deus, portanto não podem ter erros em questão de fé e moral. O Espírita: declara que a Bíblia está cheia de erros e contradições e que nunca foi inspirada por Deus.

louvor no espirito santo4. O Católico: crê que Jesus enviou o Espírito Santo aos apóstolos e seus sucessores para que pudessem transmitir fielmente, sem erros, a sua Doutrina. O Espírita: declara que os apóstolos e seus sucessores não entenderam os ensinamentos de Cristo e que tudo o que eles nos transmitiram está errado, é falsificado.

5. O Católico: crê que Jesus instituiu a Igreja para continuar sua obra. O Espírita: declara que até a vinda de Allan Kardec a obra de Cristo estava perdida e inutilizada.

6. O Católico: crê que o Papa, sucessor de Pedro, é infalível em questões de fé e moral. O Espírita: proclama que os Papas só espalharam o erro e a incredulidade.

jesus discipulos PS_130610_kat_02897. O Católico: crê que Jesus nos ensinou toda a Revelação e nada mais há para ser revelado. O Espírita: proclama que o espiritismo é a terceira revelação, destinada a retificar e substituir o Evangelho de Cristo.

8. O Católico: crê no Mistério da Santíssima Trindade. O Espírita: nega esse augusto mistério.

9. O Católico: crê que Deus é o Criador de tudo, Ser Pessoal, distinto do mundo. O Espírita: afirma que os homens são partículas de Deus – verdadeiro panteísmo.

10. O Católico: crê que Deus criou a alma humana no momento de sua união com o corpo. O Espírita: afirma que nossa alma é o resultado da lenta e longa evolução, tendo passado pelo reino mineral, vegetal e animal.

11. O Católico: crê que o homem é uma composição substancial de corpo e alma. O Espírita: afirma que é um composto entre “perispírito” e alma e que o corpo é apenas invólucro temporário, um “Alambique para purificar o espírito”.

12. O Católico: obedece a Deus que, sob penas severas, proibia a evocação dos mortos. O Espírita: faz dessa evocação uma nova religião.

santo anjo GUARDA13. O Católico: crê na existência de anjos e demônios. O Espírita: afirma que não há anjos, mas espíritos mais evoluídos e que eram homens. Que não há demônios, mas apenas espíritos imperfeitos que alcançarão a perfeição.

14. O Católico: crê que Jesus é verdadeiramente o Filho Unigênito de Deus, a segunda pessoa da Santíssima Trindade. O Espírita: nega esta verdade fundamental da fé cristã e afirma que Cristo era apenas um grande “médium” e nada mais.

15. O Católico: crê que Jesus é também verdadeiro homem, com corpo real e alma humana. O Espírita: em grande parte, afirma que Cristo tinha apenas um corpo aparente ou fluídico.

maria-corac3a7c3a3o.jpg16. O Católico: crê que Maria é Mãe de Deus, imaculada, assunta ao céu. O Espírita: nega e ridiculariza todos os privilégios de Maria, Mãe de Deus.

jesus cruz sangue images17. O Católico: crê que Jesus veio para nos salvar por sua Paixão e Morte. O Espírita: afirma que Jesus não é nosso Redentor, mas apenas veio para ensinar algumas verdades e isso mesmo de um modo obscuro, e que cada pessoa precisa remir-se a si mesmo.

18. O Católico: crê que Deus pode perdoar o pecador contrito. O Espírita: afirma que Deus não pode perdoar pecados sem que preceda rigorosa expiação e reparação feita pelo próprio pecador, sempre em novas reencarnações.

19. O Católico: crê nos sete sacramentos e na graça própria de cada sacramento. O Espírita: não aceita nenhum sacramento, nem mesmo o poder da graça santificante.

20. O Católico: crê que o homem vive sobre a terra e que desta única existência depende a vida eterna. O Espírita: afirma que a gente nasce, vive e morre e renasce ainda e progride continuamente.

21. O Católico: crê que após esta vida, há céu e inferno. O Espírita: nega – crê em novas reencarnações.

Transcrito da revista “Jesus vive e é o Senhor” Fonte: Subsecretariado de Medjugorje – Balneário Camboriú – SC.

Frei Boaventura Kloppenburg, O.F.M. Bispo da Diocese de Novo Hamburgo (RS)

http://www.portalanjo.com

descida de Cristo ao inferno[5]

 

PARTILHA

Eu vivi experiências difíceis no envolvimento de minha família com espiritismo.
Enquanto minha mãe era muito católica, tendo um tio padre e uma tia freira. Meu pai ia aonde o vento o levava. Espiritismo, Seicho-No-Ie, mesa branca, umbanda.

Minha mãe apanhava de meu pai, que era um alcoólatra.
E era proibida de ir a igreja.
Ficava doente de depressão profunda, tentando o suicídio por varias vezes.  Meu pai passou a interna-la em hospitais psiquiátricos. Mas quando ela voltava pra casa, começa a violência tudo de novo, e ela adoecia outra vez.
Ele buscava solução, nas visitas nestas falsas religiões. Onde ela ficava cada vez pior. Até que adoeceu,não tendo mais  vontade de viver.
Depois de três derrames celebrais, faleceu, quando eu tinha quatorze anos.
Lembro-me também de acompanhar tias, irmãs dele, no centro espírita, onde tinha que tomar passe. Eu era muito menina, e gostava mesmo era de brincar nas cadeiras estofadas vermelhas…
Um dia varias pessoas se deram as mãos em torno de uma mesa, e eu estava entre elas. Até que um homem disse que minha presença atrapalhava o momento de oração. Quando eu soltei as mãos deles, e sai da roda, minha tia começou a falar com uma voz esquisita, que me deu medo, fui lá fora brincar.
Hoje vejo , que a virgem Maria, cuidava de mim…Meu anjo da guarda me protegia do mal. De uma maneira tão carinhosa, que minha presença não era bem vinda naquele lugar.
São lugares que fui levada, que já renunciei e confessei!
Hoje sou tão feliz na igreja que participo, quando mais eu a conheço, mais eu a amo!
Sou católica Apostólica Romana!
Com muita alegria!
Na santa missa, vivo momentos de céu na terra!
No sacramento da confissão, o frescor da bala de hortelã na alma!
Quando encontrei Jesus na santa Eucaristia, eu descobri a verdadeira felicidade!
(Sol)

 
eucaristia[1] vida
 
 

 
 
 
Declaro meu amor incondicional,
a Jesus e sua igreja onde nela exerço minha fé,
Jesus me libertou,
Jesus me fez viver,
Me sinto tão feliz por ter a graça de dizer.
 
Eu sou Católico Apostólico Romano e não vou deixar,
A minha fé por outra fé!
 
Não me deixo enganar,
Estou esclarecido,
Conheço a palavra e permaneço sempre firme,
Peço meu Senhor que essa felicidade,
Que eu sinto se propague e encha todos os lugares.
 
guitarra tumblr_lmjq553S841qgcvsy
 
 
 

 
 
sagrada_comunhao 
 
Milagre de amor
 

Que bom te receber no meu coração
Te tocar
Ter te em minhas mãos
Com carinho te acolher
E contigo ser um só

Ter contigo uma perfeita comunhão
Corpo sangue vinho e pão
Milagre de amor

Fonte de vida
Ó meu Jesus, eucaristia
Eu te recebo em comunhão
Pois mesmo sem que eu mereça
Vens fazer morada no meu coração

Eu te adoro meu Jesus
Doce mistério no meu coração
Como um Deus tão grande e soberano
Se faz pequeno, um pedaço de pão
Só por amor

 
 
 
eucaristia amor 10390555_782312658465833_6222336476361435209_n
 
 
 
barra eucaristia images
 
 
boa-noite-scrap-de-boa-noite-para-facebook-355b24
 
Anúncios
%d blogueiros gostam disto: