O vem! O vem Emanuel !

 

 

 

Apressai-vos e não tardeis, Senhor Jesus, para que a vossa chegada renove as forças do que confiam em vosso amor.

presepionatal10

 

 

 

Salmo 88/89

Ó Senhor, eu cantarei eternamente o vosso amor!

Ó Senhor, eu cantarei eternamente o vosso amor,
de geração em geração eu cantarei vossa verdade!
Porque dissestes: “O amor é garantido para sempre!”
E a vossa lealdade é tão firme como os céus.

“Eu firmei uma aliança com meu servo, meu eleito,
e eu fiz um juramento a Davi, meu servidor.
Para sempre, no teu trono, firmarei tua linhagem,
de geração em geração garantirei o teu reinado!”

Ele, então, me invocará: “Ó Senhor, vós sois meu Pai,
sois meu Deus, sois meu rochedo onde encontro a salvação!”
Guardarei eternamente para ele a minha graça
e com ele firmarei minha aliança indissolúvel.

salmo natal

 

 

Refletindo (Lucas 1,67-79)
 
 
Zacarias%20e%20Isabel%202LOUVOR E PROFECIA
 
Zacarias soube reconhecer a salvação de Deus, cumprindo-se na história de Israel, por meio da libertação trazida pelo poderoso Salvador, Jesus, suscitado no meio do povo. Finalmente, a tão esperada visita de Deus se concretizava, e a libertação, há séculos acalentada, se fazia verdade. A seu filho recém-nascido competia a tarefa de preparar os caminhos da libertação que estava próxima.
Com Jesus, renascia a esperança no coração do povo. Deus não se esquecera das antigas profecias. As promessas seriam realizadas e o povo, resgatado da escravidão a que fora reduzido. Sem dúvida, a servidão pior era a do pecado e do egoísmo. Fazia-se necessário uma remissão urgente. Só assim seria possível servir a Deus, de maneira agradável, na justiça e na santidade.
zacarias 36618_all_001_04O Altíssimo, do qual João seria profeta, despontaria como luz para tirar a humanidade das trevas e das sombras da morte, a que o pecado a havia reduzido. Doravante, seria possível trilhar os caminhos da paz, deixando para trás a injustiça e a iniqüidade, fruto do pecado.
O canto de Zacarias, saudando o nascimento de seu filho, era de louvor pelas promessas cumpridas, mas também profecia do que Deus iria realizar.
 
http://www.diocesedecolatina.org.br
 
 
 
 
 

 

 

A presença eucarística de Nosso Senhor é uma extensão da Incarnação

 

Não se encontrando mais sobre esta terra a humanidade santa, a fonte da graça parece esgotada, ou transportada para uma distância incomensurável de nós. Porque, saibamo-lo bem, toda a graça é o produto do Sagrado Coração de Jesus, brota d’ Ele como o sangue material; identifica-se com o seu sangue e o seu amor. Mas, se este Coração se afastava de nós, mesmo que nos deixasse os outros sacramentos, que solidão nos seria feita aqui em baixo!
Que isolamento! Que vazio! O nosso terno irmão, o nosso amigo já não estaria lá conosco! O seu Coração de homem já não escutaria de perto os nossos suspiros e as nossas lágrimas! Em que nos tornaríamos?
 
SUBLIME EUCARISTIAMas o seu terno Coração soube tudo arranjar, e a fim de permanecer sempre conosco, inventou o sacramento do amor.
Não vemos Jesus, mas Ele está lá; só as fracas aparências eucarísticas nos separam d’Ele, e temos a fé para as penetrar, e temos um coração que voa para o Coração de Jesus, tornado mais do que nunca o Coração do nosso irmão e do nosso amigo.
É assim que o Coração de Jesus cumpre a sua promessa: «Não vos deixarei órfãos». É assim que a Eucaristia continua o mistério da Incarnação e multiplica por toda a parte Belém e Nazaré.
1_eucaristiaA Eucaristia torna mesmo Nosso Senhor mais perto de nós do que o mistério da Incarnação, e quando refletimos bem nisto vemos que Ele não se afastou do homem pela Ascensão senão para estar mais perto dele pela Eucaristia, porque as condições da vida mortal não permitiam ao Salvador tornar-se presente em todos os pontos do espaço, em todo o coração que o amasse e que desejasse a sua visita, mas a sua vida gloriosa permite¬lhe a onipresença do amor; o seu Coração está em toda a parte, encontramo-lo em todos os santuários, e se a nossa ligeireza e a nossa indiferença não impedissem as efusões deste amor insaciável no dom de si mesmo, ser-nos-ia permitido como aos primeiros crentes de o guardar nas nossas casas e de o levar sempre no nosso coração.
 
eucaristia mundoTal teria sido a condescendência deste Coração generoso, se a Igreja não tivesse tomado, de algum modo contra Ele mesmo, o cuidado do respeito que Lhe é devido.
Mas se este privilégio não nos é concedido, nós podemos sem grande fadiga, e quando queremos, a toda a hora do dia e da noite, aproximar-nos do Coração eucarístico, falar-lhe, abrir-lhe todo o nosso coração, atraí-lo a nós e fazer d’Ele tudo o que quisermos.
maria_eucaristiaPorque, na santa Eucaristia, o seu Coração tornou-se dependente de nós, mais ainda do que não o era em Belém e em Nazaré.
É certamente fácil pegar numa criança, abraçá-la e acariciá-la, mas é ainda bem mais fácil pegar num bocadinho de pão, colocá-lo onde se quiser.
E quando se pensa que sob esta débil aparência o Coração de Jesus mesmo está lá; quando se pensa neste amor que quis até este ponto tornar-se dependente de nós, como não chorar, como fazia o santo Cura de Ars exclamando: «Faço d’ Ele o que quero, coloco-o onde quero!» Porque o privilégio de dispor da humanidade santa tornou-se um dos mais preciosos privilégios que possam ter as mãos sacerdotais. Mas é meditando na vida eucarística escondida que nos será dado aprofundar este prodígio de amor. Para hoje, basta-nos verificar este primeiro ponto.
 
eucaristia_05Pela santa Eucaristia, a Incarnação multiplica-se sobre todos os pontos da terra habitável; em toda a parte aonde nos é dado dirigir os nossos passos, encontramos o Coração do nosso irmão e do nosso amigo, sempre pronto a nos receber, sempre pronto a nos consolar, sempre pronto a nos cumular de graças, a nos iluminar, a nos levantar e a nos perdoar.
Assim, nesta Incarnação nova, é sobretudo o Coração de Jesus que está presente; Ele esconde todo o resto, a sua divindade, a sua humanidade, a fim de melhor deixar ver o seu Coração; e se os olhos do corpo não podem ver, como o vêem os olhos do coração e como sabem penetrar os véus que o envolvem! Ah! Porque não nos é dado multiplicar também o nosso coração para o dar a este Coração que se multiplica por nós!
Pelo menos, arranquemos os nossos pensamentos, as nossas afeições ao mundo, a nós mesmos, para os dar todos ao único Coração que nos ama, e se não podemos superá-lo nem mesmo igualá-lo em amor, ao menos que todo o nosso amor lhe pertença, todo, absolutamente todo; e ainda, depois disto, digamos que não somos senão servos inúteis
(Pe. Dehon, OSP 2, p.419).
 
http://www.dehonianos.org
 
jesus na eucarista
 
 
 
 

 

O vem O vem Emanuel

São Rafael Arnaiz Baron (1911-1938), monge trapista espanhol
Escritos espirituais, 27/12/1936
 
«Anuncio-vos uma grande alegria, que o será para todo o povo»
 
Está muito frio na terra. Os céus estão bordados de estrelas, que mal se conseguem adivinhar sobre o azul-escuro da abóbada celeste inundada de trevas. Na terra, uma das estrelas mais pequenas do imenso sistema planetário, estão em vias de acontecer esta noite prodígios que espantam os anjos […]: um Deus que, por amor ao homem, desce humildemente à carne mortal e nasce duma mulher numa das estrelas mais pequenas e mais frias, na terra. […]
Também os homens têm gelo no coração. Ninguém acorre a assistir ao milagre do nascimento de Deus.
 
santo natal...O mundo inteiro reduz-se a uma mulher chamada Maria, a um homem de olhos azuis que se chama José, e a um bebé recém-nascido que, envolvido em panos, abre os olhos pela primeira vez sob o hálito quente de um burro e uma vaca, repousando sobre a palha que a pobreza de José e a solicitude e o amor de Maria Lhe arranjaram. O mundo dorme, inconsciente, o pesado sono da carne. Está muito frio nessa noite na terra de Judá. As estrelas bordadas no céu são olhos de anjos que cantam «Glória a Deus nas alturas!», um cântico entoado para Deus e escutado por alguns pastores que guardam os seus rebanhos e que acorrem a adorar, com a sua alma de meninos, a Jesus que acaba de nascer. É a primeira lição do amor de Deus. […]
 
prostrado_fundo_branco-90x70Embora a minha alma não seja casta como a de José nem tenha o amor de Maria, ofereci ao Senhor a minha absoluta pobreza de tudo, a minha alma vazia. Se não Lhe cantei hinos como os anjos, tentei cantar-Lhe alguns refrães dos pastores, a canção do pobre, daquele que nada tem; a canção daquele que só pode oferecer a Deus misérias e fraquezas. Mas que importa, porque as misérias e as fraquezas oferecidas a Jesus com um coração verdadeiramente amoroso são aceites por Ele como se de virtudes se tratassem.
 
Grande, imensa é a misericórdia de Deus ! A minha carne mortal não ouve os louvores do céu, mas a minha alma adivinha que hoje, tal como outrora, os anjos olham espantados para a terra e entoam «Glória a Deus nas alturas e paz na terra aos homens de boa vontade!»
 
anjo voandoanjo voando
 

anjo voando

 

razao_natal

 

 

orarrimages

A cada adoração pareço ouvir
Cada passo Teu chegando
Sei que perto estás, mas quando enfim virás?

Pai envia logo os Teus Anjos, para anunciar
Que o Rei está voltando, e os seus vem buscar
Toda criação anseia, face a face
Adorar Teu Filho em glória
Vem Senhor, vem Senhor, vem Senhor Jesus!

VEM SENHOR

NATAL, QUARESMA , PÁSCOA!
A CADA ADORAÇÃO PAREÇO OUVIR
CADA PASSO SEU CHEGANDO!!!
VEM SENHOR, JESUS!
(Sol)
 
 

Contemplar é rasgar o véu que separa a criatura de seu Criador!

 

 

— Ó SOL DA MANHÃ, ó Sol de justiça, da eterna luz esplendor: oh, vinde brilhar para o povo sentado na sombra da morte!

sol mar

 

 

 

 

Pensando alto.
 
 
Lembro-me de um dia ter me prostrado diante de Jesus, e como Madalena, derramado a minha vida, desejando ardentemente o perdão e a conversão.
Lembro-me de um dia ter vivido em um retiro um momento onde me lancei nos braços de Jesus, comprometendo-me com a mudança de vida.
E neste ano, revivi estes momentos…
Mas de um modo diferente!
Prostrei-me diante de Jesus para proclamar: Totus Tuus!
Revivi o momento do lança-te
Agora dizendo: Faça-se em mim a sua vontade!
Também a consagração a Maria, neste ano, desejei ardentemente renovar.
Buscando orar com todo amor de meu coração cada palavra que proclamei me comprometendo a ser fiel.
E a cada dia que se inicia, percebo o quanto sou dependente do auxilio de Maria, e da graça de Deus!
A cada dia percebo quão pequena sou eu, e que nada posso fazer sozinha!
E vejo que é este o Natal que devo proclamar em minha vida.
Eu…o nada…diante do tudo…que é Deus!
Eu pequena criança que olha para o alto, buscando encontrar as mãos do pai e da mãe, para não errar o caminho.
(Sol)
 

ANDAR

O meu presente de Natal para a ti Senhor Jesus,
é a minha vida, toda em suas mãos.
Faça do meu Totus Tuus,
um presente que agrade o seu coração!
Sei que sua eu sempre fui,
pois fostes vós que me criastes,
porem o meu SIM
desejou que eu escolhesse dizer
segura nas mãos de tua mãe Maria.
(Sol)
 
 
 
 
totus tuus
 
 
 

 
 
Desejo que este Natal se perpetue em todos os seus dias,
sendo em sua vida o grande refrigero!
(Sol)
 
 
No cristianismo, o refrigero é de dentro para fora.
É como se fosse um remédio espiritual, cicatrizando as feridas que somente você e Deus conhecem.
Deriva da palavra refrigerar, mas, de resultado diferente; nesse primeiro estante, o refrigerar, muda a água quente em fria, no refrigero transforma, restaura, cicatriza.
 
 
 

cartãofoto_2313

Agradeço sua visita. Deus seja louvado por sua vida!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s