Fazei de nós, Senhor, um só corpo e um só espírito!

Salmos 86(85),3-4.5-6.9-10.

Senhor, tem compaixão de mim,
que a Ti clamo todo o dia.
Alegra o espírito do teu servo,
pois para ti, Senhor, elevo a minha alma.

Porque tu, Senhor, és bom e indulgente,
cheio de misericórdia para quantos te invocam.
Senhor, ouve a minha oração,
atende os gritos da minha súplica.

Todas as nações, que criaste, virão adorar-te, Senhor,
e darão glória ao teu nome.
Porque só Tu és grande e realizas maravilhas.
Vós sois o único Deus.

184009_113444898754256_100002662388713_86285_1932959_n

 

 

Reflexão – Lc 11, 1-4
Jesus ensinou seus discípulos a rezar, mas isso não quer dizer que Jesus os ensinou a decorar um monte de palavras e a imitarem papagaio, repetindo as palavras que aprenderam. A oração era uma prática constante da vida de Jesus, e muito mais importante do que as palavras que os discípulos deveriam dizer é imitar a atitude de encontro filial de Jesus com o Pai e uma série de valores que deveriam ser conhecidos e experimentados, de modo que a oração expresse uma forma de vida segundo valores do Reino, como a fraternidade, a partilha, o perdão e a própria presença de Deus no coração e na vida das pessoas, e expresse também a nossa atitude filial di ante de nosso Deus, que também é nosso Pai.
 
 

pai nosso

 

 

Comentário do dia: São Cipriano (c. 200-258)
Bispo de Cartago e mártir
Da Oração Dominical, 9/11 (Trad. Breviário, Ofício de Leitura, XI semana do Tempo Comum)
 
A oração dos filhos de Deus
 
Como são belos e grandiosos, irmãos caríssimos, os ensinamentos que nos revela a Oração do Senhor! São breves as palavras que os resumem, mas é grande o seu poder espiritual! […] Diz o Senhor: «Orai assim: Pai nosso, que estais nos Céus.»
O homem novo, renascido e restituído ao seu Deus por meio da sua graça, diz em primeiro lugar «Pai», porque já começou a ser filho. Diz a Escritura: «[O Verbo] veio para quem era seu, e os seus não O receberam; mas a todos quantos O receberam e nele creram, deu o poder de se tornarem filhos de Deus» (Jo 1, 11-12).
Portanto, quem acredita no seu nome e se tornou filho de Deus deve começar por dar graças e professar que é filho de Deus ao chamar a Deus seu «Pai que está nos Céus». […]
Como é grande a misericórdia do Senhor, como é grande a sua condescendência e a sua bondade para connosco! Ele quis que, ao orarmos na sua presença, O invocássemos com o nome de Pai, e assim como Cristo é o Filho de Deus, assim também nós nos chamássemos seus filhos! Nenhum de nós ousaria pronunciar este nome na oração se Ele próprio nos não tivesse permitido rezar assim.
Por isso, irmãos caríssimos, devemos lembrar-nos e saber que, chamando a Deus nosso Pai, devemos proceder como filhos de Deus para que, se nós nos honramos de ter a Deus como Pai, também Ele Se honre de nos ter a nós como filhos.
Vivamos como templos de Deus (1Cor 3,16), de modo que a nossa vida seja um testemunho da presença de Deus em nós.
 
 

 

 

Pai nosso 6


VÍDEO MAGNIFICO!

 

papa9

 

 

 

SOU DE DEUS E JÁ NÃO ME PERTENÇO MAIS!

Totus Tuus

 

VIDEO RELIQUIA!!!

Vídeo raro do Papa João XXIII, com tradução e legenda feita pela Pascom Lapa, explicando a função do Papa, O Beato Papa João XXIII, OFS, nascido Angelo Giuseppe Roncalli (Sotto Il Monte, 25 de Novembro de 1881 — Vaticano, 3 de Junho de 1963) foi Papa de 28 de outubro de 1958 até à data da sua morte. Pertencia à Ordem Franciscana Secular (OFS) e escolheu como lema papal: Obediência e Paz.

Sendo um sacerdote católico desde 1904, ele iniciou a sua vida sacerdotal em Itália, onde foi secretário particular do bispo de Bérgamo D. Giacomo Radini-Tedeschi (1905-1914), professor do Seminário de Bérgamo e estudioso da vida e obra de São Carlos Borromeu, capelão militar do Exército italiano durante a Primeira Guerra Mundial e presidente italiano do “Conselho das Obras Pontifícias para a Propagação da Fé” (1921-1925). Em 1925, sendo já um arcebispo-titular, iniciou-se a sua longa carreira diplomática, onde o levou à Bulgária como visitador apostólico (1925-1935), à Grécia e Turquia como delegado apostólico (1935-1944) e à França como núncio apostólico (1944-1953). Em todos estes países, ele destacou-se pela sua enorme capacidade conciliadora, pela sua maneira simples e sincera de diálogo, pelo seu empenho ecuménico e pela sua bondade corajosa em salvar judeus durante a Segunda Guerra Mundial. Em 1953, foi nomeado cardeal e Patriarca de Veneza.

Foi eleito Papa no dia 28 de Outubro de 1958. Considerado inicialmente um Papa de transição, depois do longo pontificado de Pio XII, ele convocou, para surpresa de muitos, o Concílio Vaticano II, que visava à renovação da Igreja e à formulação de uma nova forma de explicar pastoralmente a doutrina católica ao mundo moderno. No seu curto pontificado de cinco anos escreveu oito encíclicas, sendo as principais a Mater et Magistra (Mãe e Mestra) e a Pacem in Terris (Paz na Terra).

Devido à sua bondade, simpatia, sorriso, jovialidade e simplicidade, João XXIII era aclamado e elogiado mundialmente como o “Papa bom” ou o “Papa da bondade”.Mas, mesmo assim, vários grupos minoritários de católicos tradicionalistas acusavam-no de ser maçom, radical esquerdista e herege modernista por ter convocado o Concílio Vaticano II e promovido a liberdade religiosa e o ecumenismo.Ele foi declarado Beato pelo Papa João Paulo II no dia 3 de Setembro de 2000. É considerado o patrono dos delegados pontifícios e a sua festa litúrgica é celebrada no dia 11 de Outubro.

 

papajoc3a3oxxiii38.jpg

 

 

Delicia de ouvir e ver…Jamais vou me cansar…

papa-rosario

FORMAÇÃO…Encíclica “Lumen Fidei”

FE DEGRAU

Non abbiate paura
(LINDO!!!)

joaopaulo

Joao-Paulo-II

ORANDO…

Ler as palavras, ver imagens, escritos do papa João Paulo II, traz ao meu coração paz, e fortalece minha fé!
Sua voz me faz bem.
As vezes parece cansado, porem sei que jamais desistiu, e creio que ainda esta sonhando os sonhos de Deus para a humanidade.
Olhar para ele, me faz persistir na caminhada.
Pois muitas vezes me vejo como Jonas, desejando fugir dos desígnios de Deus.
E reclamando, por que não me leva logo…
Outras tenho saudade das cebolas do Egito!
Tão imperfeita sou, que necessito do testemunho dos santos!
Pois as vezes parece que clamamos no deserto!
Onde as pessoas não querem ouvir, usam de ironia e superficialidade diante dos mistérios de Deus.
E acabo me vendo sozinha, entre a areia e o calor do sol que queima sobre mim…
Usarei o “calor do Sol”, para explicar este amor…
As vezes vem sereno, acalentando o coração.
Outras arde, queima, de tão forte, que parece que minha fragilidade não vai suporta-lo!
Louvo a Deus por que as consolações sempre vem.
Ele não nos abandona!
Pois ainda suscita verdadeiros adoradores!
E quando se diz na santa missa:
E nós vos suplicamos que, participando do Corpo e Sangue de Cristo, sejamos reunidos pelo Espírito Santo num só corpo.
Respondo: Fazei de nós um só corpo e um só espírito!
Estas palavras alegram meu coração, e o enchem de sonhos. E agradeço pela comunhão espiritual que vivo com alguns amigos, que declaram com sua própria vida, o evangelho de Jesus Cristo!
Fazei de nós, Senhor, um só corpo e um só espírito!
(Sol)

#Corpo de Cristo

Jesus Cristo, pelo Espírito Santo, une a si intimamente os seus fiéis. Os que estão unidos ao Cristo, estão também unidos entre si, formando um só corpo: a Igreja. Nela, a unidade se realiza na diversidade de membros e funções.
Esse corpo está ligado intimamente à Cabeça, que é o próprio Cristo Jesus (cf. Cl 1, 18). O corpo e a Cabeça, formam uma união mística, uma só pessoa. D. Hélder Câmara dizia que abandonar a Igreja seria a mesma coisa que abandonar o Seu próprio corpo.
“Amar  Cristo e a Igreja: trata-se da mesma coisa.” (Ir. Roger Schutz)

UM TESTEMUNHO QUE ENCONTREI NAS PESQUISAS, E RESOLVI POSTAR…

Um só corpo e um só espírito

Algo bem engraçado aconteceu ontem durante a missa. Enquanto o padre falava de amor, e de vida, um senhor todo mal vestido e bêbado entrou na missa e começou a conversar com algumas pessoas. Como reação de quase todo ser humano eles ignoraram a presença daquele senhor, alguns retrucaram pra ele sair dali, outros tentaram dar um pouco de atenção mas perdiam a paciência. Mas o que me chamou mesmo a atenção foi o respeito que aquele senhor teve ao entrar dentro da igreja, tirando o boné e deixando sua bicicletinha do lado de fora da igreja, e a grosseria de um dos ministros da eucarístia para tirar ele de lá, deixando cair por terra tudo aquilo que estava sendo falado sobre amor e vida pelo padre.
Depois de ver aquela cena fiquei pensando o quanto falamos de amor ao próximo e o tão pouco que fazemos por eles. Tratamos da melhor maneira possível qualquer pessoa bem vestida ao nosso lado, conhecendo ela ou não, e ignoramos completamente a presença de algum morador de rua, mal vestido, sujo e bêbado.
Afinal, quem merece ser mais amado? Todo mundo. Não existe aquela pessoa que mereça mais amor que outra. Se vivermos o que está escrito na bíblia – Fazei de nós um só corpo e um só espírito. – então deveríamos amar aos outros da mesma maneira que nos amamos, deveríamos compreender mais a existência de outro ser dentro de nós mesmos.
Se todos nós constituímos um só Ser, e em todo domingo repetimos essa ladainha de ser um só, porque não conseguimos por em prática isso, amando de modo igual um morador de rua e um membro da nossa família como se estivéssemos amando a nós mesmos?
Nos apegamos a alguns com mais facilidade do que com outros, e é por isso que quando perdemos essa pessoa sentimos um vazia tão grande em nós. Involuntariamente nos tornamos um só com essas pessoas, perder elas significa perder uma parte de nós, e com essa falta que ela faz acabamos por esquecer que ela ainda habita em nós da mesma maneira, presente ou não na nossa vida, ela ainda faz parte desse Todo que se torna Um só.
Fazei de nós um só corpo e um só espírito deve ser conseguir olhar nos olhos de alguém e entender o que se passa com ela, é compreender que você e ela são e sempre serão um só, que a dor que existe nela também pode ser a sua dor, que a necessidade que ela sente por amor pode ser preenchida pelo amor que existe em você. Não tenha medo de se aproximar dos outros, compreenda o ser perfeito que existe nele e que faz parte de você. Amar o próximo é amar a si mesmo, procure só tratar os outros como trataria a si mesmo, essa é a chave de se tornar Um com todos.

Sócrates.
http://odiariodesocrates.blogspot.com.br/2009/10/um-so-corpo-e-um-so-espirito.html

POBRE JESUS

Padepio“Ao ouvir tantas pessoas que catastroficamente tentam se justificar no mal, mesmo após conhecerem a Deus, o Bem Supremo, o pensamento de não conseguir fazer retorná-las a Ele me aflige, me tortura, me martiriza, me abate, me dilacera! Sinto que um espinho foi fincado em Teu coração! Meu Deus, venha em meu auxílio!” (Santo Padre Pio de Pietrelcina)

quarta149

Anúncios

Agradeço sua visita. Deus seja louvado por sua vida!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s