“O que tu hás de fazer será não fazer nada, procura nesse nada submergir-te… O que importa é preparar teu coração a maneira de um papel em branco, aonde a divina sabedoria possa formar os caracteres a seu gosto”.

 
 
 
 
 
 
 

OS MÍSTICOS CATÓLICOS

Os seguintes são os mais notáveis místicos da história da Igreja. Eles construiram de maneira definitiva a vida da Igreja pelos seus escritos. Alguns tiveram visões e revelações e outros receberam os estigmas de Jesus. Cumpre notar que alguns são santos e outros não. Na medida do possível postarei no Blog, textos sobre estes místicos.

Santo Agostinho, Angelus Silesius, Santo Antônio Abade (Santo Antão), São Bernardo de Claraval, São Boaventura, Santa Catarina de Genova, Santa Catarina de Sienna, São Clemente de Alexandria, David de Augsburg, David de Dinant, Charles de Foucauld, Denys-o Cartusiano, Mestre Eckhart, São Francisco de Assis, Santa Gemma Galgani, Santa Gertrudes, São Gregório de Nissa, Gerhard Groote, Santa Hildegarda de Bingen, Walter Hilton, Hugo de São Victor, São João de Ávila, São João da Cruz, John Scotus Erigena, Juliana de Norwich, Margery de Kempe, São Luis de Montfort, São Luis de Granada, São Maximo – o Confessor, Santa Melquiades, Thomas Merton, Nicholau de Cusa, São Paulo apóstolo, Pierre d’Ailly, Pseudo-Dionísio Areopagita, Ricardo de São Victor, Richard Rolle, Santa Tereza de Ávila, Santa Teresinha do Menino Jesus, Tomas de Kempis e São Tomas de Aquino.

 
http://coracaomistico.blogspot.com.br
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
“Não se poderiam encontrar palavras mais suaves para exprimir as doces e recíprocas relações que se dão entre Deus e a alma runida a seu corpo ressuscitado, que as de esposo e esposa. Como estes possuem tudo em comum, nada de particular, nada de dividido, ambos têm uma herança, uma casa, uma mesa, um quarto conjugal, um mesmo corpo”.
SÃO BERNARDO DE CLARAVAL (1090-1153)
 
 
 
 
 
 
 
“E vi com toda a certeza que Deus nos amou antes de nos ter criado, e que o Seu amor nunca diminuiu, e nunca diminuirá. Neste amor Ele fez todas as Suas obras e neste amor Ele faz concorrer todas as coisas em nosso benefício; e neste amor a nossa vida é eterna”.
JULIANA DE NORWICH (1342-1421)
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
PENSAMENTOS DE MIGUEL DE MOLINOS”
A oração (…) é uma elevação da mente a Deus. E para colocar a mente em Deus, que é a contemplação, é necessário deixar as considerações e discursos, mesmo elevados, que constituem a meditação. Esta, dizem ossantos, busca, expõe, rumina ou mastiga o alimento divino. E, se estamos sempre mastigando ou ruminando a comida na boca e nunca engolimos para sossegá-la e dirigi-la com quietude no estômago, não poderemos viver, nem sustentar-nos, ou tirar proveito algum. A meditação também é um meio parachegar ao término e ao fim, que é a contemplação. A contemplação é encontrara coisa, é saborear e sossegar o alimento divino no estômago, é o fim e aconclusão do caminho, e é chegar a entender e conhecer Deus.
“Veste-te desse nada, dessa miséria, e procura que essa miséria e esse nada seja teu contínuo sustento e morada, até aprofundar-te nela; eu te aseguro que, sendo tu desta maneira o nada, seja o Senhor o todo em tua alma”.
“Ultimamente não mires nada, não desejes nada, não queiras nada, não solicites saber nada, e em tudo viverá tua alma em quietude e gozo descansada. (…) Caminha, caminha por esta segura senda e procura nesse nada submergir-te, perder-te, abismar-te, se queres aniquilar-te, unir-te e transformar-te”.“O que tu hás de fazer será não fazer nada, procura nesse nada submergir-te… O que importa é preparar teu coração a maneira de um papel em branco, aonde a divina sabedoria possa formar os caracteres a seu gosto”.
 
 
 
 
 
“Ame o amor que o ama duradouramente, pois quanto mais amá-lo, mais Ele o amará. … E quanto mais a alma rende-se à atração de Deus, mais ansiará por amá-lo”.
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
PENSAMENTOS DE HENRIQUE SUSO
“Meu propósito (…) não é informar o ignorante, mas reacender extintas chamas de fé e admoestar o indiferente, provocar a devoção no ímpio e agitar para uma virtude atenta aqueles que estavam deitados entorpecidos em seus sonhos sem sentido”.
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
PENSAMENTOS DE RUYSBROECK
“Enquanto vivemos nas sombras não podemos ver o próprio sol, pois como disse São Paulo enxergamos obscuramente através de um espelho. Mesmo assim a sombra é iluminada pelo sol de modo a percebermos as distinções entre todas as virtudes e toda a verdade que são de valor para nossa condição mortal. Mas se havemos de nos tornar unos com a luz do sol devemos seguir o amor e esquecer de nós mesmos no “Sem-Caminho”, e então o sol atrairá a nós, com nossos olhos cegos, para dentro de seu fulgor, onde possuiremos a unidade com Deus… Em Sua benevolência Ele quer ser todo nosso: então Ele nos ensina a viver nas riquezas das virtudes.
Em Seu toque interno todos os nossos poderes nos abandonam, e então sentamos sob Sua sombra, e Seu fruto é doce para nossos sentidos, pois o fruto de Deus é o Filho de Deus, a Quem o Pai faz nascer em nosso espírito. Este Fruto é tão infinitamente doce aos nossos sentidos que não podemos nem engolí-lo e nem assimilá-lo, mas antes é Ele quem nos absorve em Si mesmo e nos assimila em Si mesmo”.
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
PENSAMENTOS DE MESTRE ECKHART
“Uma pessoa que dominou sua vida vale mais do que mil pessoas que dominaram somente o conteúdo de livros.
Ninguém pode conseguir nada na vida sem Deus. Se eu estivese à procura de um mestre para aprender, eu deveria ir a Paris ou frequentar as faculdades onde se fazem os mais altos estudos.
Mas se eu estiver interessado na perfeição da vida, eles lá nada me poderão informar.
Aonde, pois, deveria eu ir?
A alguém que tem uma natureza pura e livre e a nenhum outro lugar: nele eu encontraria a resposta para aquilo que tão ansiosamente estou buscando.
Homens, por que buscais ossos entre os mortos?
Por que não buscais a vida eterna nos lugares santos da vida?
Os mortos nada podem dar ou tomar. Se um anjo tivesse que buscar Deus fora de Deus, ele obuscaria numa criatura pura, livre, plenamente disponível e não em outro lugar.
A perfeição depende somente do acolher a pobreza, a miséria, as durezas, os desapontamentos e tudo o que vier no decurso da vida, livremente, avidamente até a morte, como se a pessoa estivesse preparada para tal. Portanto, sem emocionar-se nem sequer perguntar porquê”.
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
PENSAMENTOS DE MADAME GUYON
 
“Ao aproximar-se do Senhor, em oração, tenha o coração pleno de amor puro, um amor que nada procura para si próprio. Tenha um coração que nada retira do Senhor, mas que apenas quer agradá-Lo e fazer a sua vontade.”
“Receba pela fé o fato de que qualquer coisa que lhe aconteça é o desejo Dele para você, nesse momento.
Quando for ao Senhor dessa maneira, verá que seu espírito estará em paz, não importando qual seja a sua condição.
 
Os tempos de sequidão serão a mesma coisa que os tempos de abundância, porque você terá aprendido a amar a Deus somente porque você o Ama, não por causa de suas dádivas, nem mesmo por sentir sua presença.”
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
PENSAMENTOS DE WILLIAM LAW
 
A vida espiritual não é mais que a operação do Espírito de Deus dentro de nós, e portanto nosso proprio silêncio há de ser uma grande parte de nossa prepa­ração para ela, e o muito falar ou nosso deleitar-nos nele será muitas vezes não pequeno estorvo para o bem que só podemos ter ouvindo o que o Espírito e voz de Deus fala dentro de nós…
A retórica e lindo falar sobre as coisas do espírito é conversa mais vã que sobre outras cosas; e aquele que pense prosperar na verdadeira bondade ouvindo ou dizendo palavras flamejantes ou assom­brosas expressões, como se costuma fazer agora no mundo, pode obter muito falatório, mas terá pouca conversação no céu”
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
Primeira leitura:
Sabedoria 7, 7-11
Leitura do Livro da Sabedoria:“Orei, e foi-me dada a prudência; supliquei, e veio a mim o espírito da sabedoria. Preferi a Sabedoria aos cetros e tronos e, em comparação com ela, julguei sem valor a riqueza; a ela não igualei nenhuma pedra preciosa, pois, a seu lado, todo o ouro do mundo é um punhado de areia e, diante dela, a prata será como a lama. Amei-a mais que a saúde e a beleza, e quis possuí-la mais que a luz, pois o esplendor que dela irradia não se apaga. Todos os bens me vieram com ela, pois uma riqueza incalculável está em suas mãos”.
Palavra do Senhor.
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
Comentário ao Evangelho do dia feito por
Beato John Henry Newman (1801-1890), presbítero, fundador do Oratório em Inglaterra Sermão «Uma providência particular revelada no Evangelho»
 
«Fitando nele o olhar, sentiu afeição por ele»
 
Deus olha para ti, sejas quem fores. E «chama-te pelo teu nome» (Jo 10,3).
Ele, que te fez, vê-te e compreende-te.
Ele conhece tudo o que há em ti: todos os teus sentimentos, os teus pensamentos, as tuas inclinações, os teus gostos, a tua força e a tua fraqueza. […] E não é apenas porque fazes parte da Sua criação, e porque Ele também cuida dos passarinhos (Mt 10,29) […]; é que tu és um homem recuperado e santificado, és Seu filho adoptivo, que recebe parte daquela glória e daquela bênção que fluem eternamente d’Ele sobre o Seu Filho único.
Foste escolhido para ser Seu. […] És um daqueles por quem Cristo ofereceu
ao Pai a Sua última oração e nela colocou o selo do Seu sangue precioso.
Que pensamento este, quase grande demais para a nossa fé!
Quando reflectimos sobre ele, temos dificuldade em não reagir como Sara, que se riu com incredulidade (Gn 18,12).
 
«Que é o homem», que somos nós, que sou eu, para que o Filho de Deus «cuide de mim?» (Sl 8,5) Que sou eu, […] para que Ele me tenha feito de novo […], e para que tenha feito do meu coração a Sua morada?
 
http://www.evangelhoquotidiano.org
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 Amor maior que tudo!!!
 
Que sempre me leva adiante…
Quando paro me empurra pra frente.
Quando caio, me levanta…
Quando fecho os olhos, brilha na escuridão.
Quando silencio, fala ao meu coração!
Quando me perco no caminho, me mostra a direção.
Quando me sinto carente, me preenche de carinho.
Se penso em desistir, me anima para a vitoria!
Se acabam meus sonhos, constroi outros…
Se me visita o medo, proclama sua presença ao meu lado.
Como fugir de um amor assim?
Amor, que supera tudo!
Só me resta me abandonar a um amor assim…
Tantos vagam pelo mundo a procura dele…
(Sol)
 
 
 
 
 
 
 
 
 
Mãezinha, não desista de me ensinar, mesmo quando o “Não ” e o “Porque” me visitar…
Sem ti, o medo e o desejo de fugir me visitam frequentemente…
Somente olhando para sua singela fortaleza, acho forças para prosseguir e confiar na misericordia de seu filho Jesus!
(Sol)
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
Anúncios

Agradeço sua visita. Deus seja louvado por sua vida!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s