QUE A FÉ DE DEUS NOS FAÇA, ETERNOS AMIGOS!

 
 
 
 

Me enamoras, me elouqueces, me arrebatas!!!

 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
Primeira leitura: Habacuc 1,12-2,4
…se demorar, espera, pois ela virá com certeza, e não tardará.
 
 
 
 
 

 

Salmo 9

O Senhor é o refúgio do oprimido, seu abrigo nos momentos de aflição. Quem conhece o vosso nome, em vós espera, porque nunca abandonais quem vos procura.

 

 

 

 

 
 
 
Evangelho de Jesus Cristo segundo São Mateus 17,14-20
 
Jesus respondeu: “Porque a vossa fé é demasiado pequena. Em verdade vos digo, se vós tiverdes fé do tamanho de uma semente de mostarda, direis a esta montanha: ‘Vai daqui para lá’ e ela irá. E nada vos será impossível”.
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
Comentário ao Evangelho do dia feito por
São Cirilo de Jerusalém (313-350), bispo de Jerusalém, doutor da Igreja
Catequese baptismal 5, 10-11
 
«Aumenta a nossa fé»(Lc 17,5)
 
A palavra «fé» tem um duplo significado. Há, na verdade, um aspecto da fé
que diz respeito aos dogmas e que consiste em concordar com uma dada
verdade. Este aspecto da fé é proveitoso para a alma, segundo a palavra do
Senhor: «Quem ouve a Minha palavra e crê n’Aquele que Me enviou tem a vida
eterna» (Jo 5,24). […]
Mas há um segundo aspecto da fé: é a fé que nos foi dada por Cristo como carisma, gratuitamente, como dom espiritual. «A um é dada, pela acção do Espírito, uma palavra de sabedoria; a outro, uma palavra de ciência, segundo o mesmo Espírito; a outro, a fé, no mesmo Espírito; a outro, o dom das curas, no único Espírito» (1Co 12,8-9).
Esta fé que nos é dada como graça pelo Espírito Santo não é pois apenas uma fé dogmática, mas tem também o poder de realizar coisas que ultrapassam as forças humanas.
Quem possui essa fé dirá «a este monte: “Tira-te daí e lança-te ao mar” […],
assim acontecerá». Pois, quando alguém pronuncia esta palavra com fé «e não
vacilar em seu coração, mas acreditar que o que diz se vai realizar» (Mc
11,23), recebe a graça da sua realização.
É desta fé que foi dito: se tivésseis fé «como um grão de mostarda». Na verdade, o grão de mostarda é muito pequeno, mas tem em si uma energia fogosa; semente minúscula, desenvolve-se a ponto de estender os seus longos ramos e de até poder abrigar as aves do céu (cf Mt 13,32).
Do mesmo modo, a fé realiza numa alma os maiores feitos, num piscar de olhos.
Quando está iluminada pela fé, a alma representa Deus diante de si e
contempla-O tanto quanto possível.
Abarca os limites do universo e, antes do fim dos tempos, já vê o julgamento e o cumprimento das promessas.
Tu, portanto, possui essa fé que depende de Deus e que te leva a Ele; então receberás d’Ele essa fé que age para além das forças humanas.
 
http://www.evangelhoquotidiano.org
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
Não quero a superficie! Não quero o raso…
Quero a profundidade de Jesus!
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
Ficaria o dia todo falando de Santa Clara!
A cada momento encontro algo mais lindo sobre ela…videos, musicas, cartas…
(Sol)
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
Clara, santa cheia de claridade,
Irmã de São Francisco de Assis,
Intercede pelos teus devotos
Que querem ser puros e transparentes.
Teu nome e teu ser
Exalam o perfume das coisas inteiras
E o frescor do que é novo e renovado.
Clareia os caminhos tortuosos
Daqueles que se embrenham
Na noite do próprio egoísmo
E nas trevas do isolamento.
Clara, irmã de São Francisco,
Coloca em nossos corações
A paixão pela simplicidade,
A sede pela pobreza,
A ânsia pela contemplação.
Te suplico, Irmã Lua,
Que junto ao Sol de Assis
No mesmo céu refulge,
Alcança-nos a graça que,
Confiantes vos pedimos.
Santa Clara, ilumina os passos
Daqueles que buscam a claridade!
Amém!
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
“Fixa o teu olhar
no espelho da eternidade,
deixa a tua alma banhar-se no esplendor da glória
e une o teu coração Àquele que é encarnação da essência divina,
para que, contemplando-O, te transformes inteiramente
na imagem da sua divindade (cf. Heb 1, 3; 2 Cor 3, 18).
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
CARTA DE SANTA CLARA
A ERMENTRUDIS DE BRUGES
 
“Sê fiel, querida irmã,
Àquele a quem prometeste fidelidade até à morte,
porque um dia receberás a coroa da vida.Breve é a nossa labuta neste mundo,
mas eterna será a recompensa;
Não te seduzam os esplendores deste mundo,
que desaparecem como sombra;Não te encandeies com as aparências enganadoras do século,
nem dês ouvidos aos ruídos do maligno,
resiste energicamente às suas tentações;Suporta com alegria as adversidades,
e não te envaideças na prosperidade;
A fé faz-nos humildes nos sucessos
e impassíveis nas adversidades;Sê fiel no que a Deus prometeste,
e Ele mesmo te dará a recompensa.

Olha, caríssima, o Céu que nos convida,
toma a tua cruz e segue a Cristo que nos precedeu;

Depois de muitas tribulações,
Ele nos introduzirá na glória.”

 
 
 
 
 
 
 
 
SANTA CLARA ESCREVE NA 4ª CARTA
A INÊS DE PRAGA:
 
“Contempla diariamente este espelho,
ó rainha e esposa de Jesus Cristo. Observa nele o teu rosto para que
a grande variedade de virtudes
que embeleza o teu interior e exterior,
seja como manto de flores,
tal como convém à filha e esposa do Rei supremo. Neste espelho poderás contemplar,
com a graça de Deus,
como resplandece a bem-aventurada pobreza,
a santa humildade e a inefável caridade. Contempla, no princípio deste espelho, a pobreza,
pois está colocado no presépio e envolto em paninhos.
Oh maravilhosa humildade! Oh admirável pobreza!
O Rei dos anjos, o Senhor do Céu e da terra reclinado num presépio!Ao centro deste espelho considera
a humildade e a santa pobreza.
Quantas tribulações e sofrimentos
não suportou para resgatar o género humano!

E no fim deste espelho contempla a inefável
caridade que O fez sofrer no patíbulo da Cruz a morte mais infame.
Suspenso da árvore da Cruz, este espelho adverte os transeuntes:
“Vós que passais,
contemplai e vede se há dor semelhante à minha”.
Respondamos com uma só voz e um só espírito
a este grito de dor: “A pensar nisto sem cessar,
minha alma desfalece dentro de mim”.
Desta maneira o teu coração se inflame
duma caridade cada vez mais forte,
ó rainha do Rei celeste.

Contempla, além disso, as inefáveis delícias,
as suas eternas riquezas e honras e exclama suspirando,
plena de anseios e com profundo amor:
Atrai-me a Ti e correrei ao odor dos teus perfumes,
ó celeste Esposo.
Correrei sem desfalecer,
até que me introduzas na sala do festim,
até que a minha cabeça
repouse sobre a tua mão esquerda,
e a tua direita me abrace com ternura
e me beijes com o ósculo suavíssimo da tua boca.”

 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

Oração a Santa Clara

Clara, coração transbordante, acende a alegria.

Clara, louca de amor,
orienta a nossa ternura.Clara, de nome e de vida,
guia-nos na noite.

Clara, fervor do Espírito,
dissipa nossos temores.

Clara, candeia sobre a mesa,
une-nos em família.

Clara, dos olhos límpidos,
tira o pó de nossas pálpebras.

Clara, mãe e irmã,
Roga por nós.
Roga por estas mãos
que por vezes se equivocam.
Roga por estes olhos
que por vezes se fecham.
Roga por este coração
que não ama como deveria.

Clara, mãe e irmã
roga pela paz que nos falta,
pela esperança que não temos
pela alegria que se esvai.

Clara, mãe e irmã,
roga ao Senhor para que nos conceda
o dom da fidelidade
e o dom de novos irmãos e novas irmãs.

Frei José Rodríguez Carballo, Ministro Geral da OFM

 
 
 
 
 
 
 
 
 
… duas almas quando se amam verdadeiramente, transformam esse amor em benção para aqueles q nao o conhecem, essa benção chama caridade ……….
video sobre a vida de francisco de assis e clara … exemplo de vida …
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

 
 
 
 

 
 
 
 
QUE A FÉ DE DEUS NOS FAÇA, ETERNOS AMIGOS!
 
Esta musica, ofereço as amizades estruturadas na fé em Cristo!
Amigos que tem olhar diferente…
Compreensão diferente…
Assuntos diferentes…
Alegrias inexplicaveis…
Sonhos com a eternidade, com o céu…
Com o encontro face a face com o Amado Jesus!
Amigos loucos para a realidade dos normais…
Com eles podemos ser transparentes como foram Clara e Francisco…
Porque as maravilhas partilhadas, fazem brilhar nosso olhar de esperança!
Amizades puras…sedentas do amor de Deus!
Que se encontram em contemplação diante do mistério eucaristico!
Agradeço Senhor, por me cercar de carinho usando-se das santas amizades!
(Sol)
 
 
 

Evangelho de Domingo

 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

 

 
 
 
 
 
Anúncios

Agradeço sua visita. Deus seja louvado por sua vida!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s