“Lembra-te, ó homem, que és pó e em pó te hás de tornar” (Gen. 3, 19).

 

AS VEZES PRECISAMOS SER CONCRETOS NAS PALAVRAS PRA SERMOS ENTENDIDOS…
SÃO AFONSO MARIA DE LIGORIO ERA MUITO CLARO E TRANSPARENTE NAS PALAVRAS!

 

 

QUARTA-FEIRA DE CINZAS
A lembrança da morte e o jejum quaresmal.

Memento homo, quia pulvis es et in pulverem reverteris – “Lembra-te, ó homem, que és pó e em pó te hás de tornar” (Gen. 3, 19).

Os insensatos que não crêem na vida futura, estimulam-se com o pensamento da morte a passarem bem a vida. De maneira bem diferente devemos nós proceder, os que sabemos pela fé que a alma sobrevive ao corpo. Nós, lembrando-nos de que em breve temos que morrer, devemos cuidar da nossa eternidade e por meio de oração e penitência aplacar a justiça divina. É com este intuito que a Igreja, depois de por as cinzas sobre a cabeça, nos ordena o jejum da Quaresma.

I. Para compreendermos em toda a sua extensão o sentido destas palavras, imaginemos ver uma pessoa que acaba de exalar o último suspiro.
Ó Deus, a cada um que vê este corpo, inspira nojo e horror. Não passaram bem nem vinte e quatro horas depois que aquela pessoa morreu, e já o mau cheiro se faz sentir. É preciso abrir as janelas e queimar bastante incenso, afim de que o fedor não infeccione a casa toda. O parentes com pressa mandam levar o defunto para fora da casa e entregar à terra.

Metido que foi o cadáver na sepultura, vai se tornando amarelo e depois preto.
Em seguida, aparece em todos os membros uma lanugem branca e repelente, donde sai um pus infecto que corre pela terra e donde se gera uma multidão de vermes.
Os ratos vêem também procurar o pasto neste cadáver, roendo-o uns por fora, ao passo que outros entram na boca e nas entranhas.



 

Despegam-se e caem as faces, os lábios, os cabelos; escarnam-se os braços e as pernas apodrecidas, e afinal os vermes, depois de consumidas todas as carnes, consomen-se a si próprios.
E deste corpo só restará um esqueleto fétido, que com o tempo se divide, ficando reduzido a um punhado de pó.

 

 

Eis aí o que é o homem, considerado como criatura mortal. Eis aí o estado a que tu também, meu irmão, serás, talvez em breve, reduzido: um punhado de pó fedorento. Nada importa ser alguém moço ou velho, são ou enfermo: a todos caberá a mesma sorte, o que a Igreja recorda pondo as cinzas bentas indistintamente sobre a cabeça de todos: Memento homo, quia pulvis es et in pulverem reverteris – “Lembra-te, ó homem, que és pó e em pó te hás de tornar”.

Os insensatos que não crêem na vida futura e têm as verdades eternas por fábulas, estimulam-se, com a lembrança da morte, a levar vida folgada e a gozarem. Comedamus et bibamus; cras enim moriemur (1) – “Comamos e bebamos, porque amanhã morreremos”.

 

 

 

 

De maneira bem diferente, porém, diz Santo Agostinho, deve proceder o cristão, que pela fé sabe que a alma sobrevive ao corpo, e que depois da morte deste, terá de dar contas rigorosíssimas de tudo quanto tiver feito.O cristão, que se lembra que em breve deverá deixar o mundo, cuidará da sua eternidade e procurará aplacar a justiça divina com penitências e orações. É por isso exatamente que a Igreja, depois de nos ter posto as cinzas sobre a cabeça, ordena a seus ministros que notifiquem aos fiéis o jejum quaresmal: Canite tuba in Sion: sanctificate ieiunium (2) – “Fazei soar a trombeta em Sião, santificai o jejum”.

( Afonso Maria de Ligorio).

 

 

QUEM SOU EU?

 

 

A MORTE PRA MIM NÃO É MAIS UM HOMEM DE CAPUZ, COM UMA FOICE NA MÃO… A MORTE PRA MIM É JESUS ME ESPERANDO DE BRAÇOS ABERTOS! (SOL)

NO CAMINHO DE SUA VIDA, VOCÊ PREPARA-SE PARA ENCONTRA-SE COM QUEM NO FINAL DA JORNADA?
QUAL ESTRADA ESCOLHEU? A ESCOLHA É SUA…AQUELE QUE VOCE ESCOLHER, ESTARA A SUA ESPERA ANCIOSO…

 

 

 

 

 

 

 

MORRER SEM ELE

 

 

 

 

 

 

BARRA

 

 

sapinhos-animados

About these ads

Agradeço sua visita. Deus seja louvado por sua vida!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s